Sobre o Inss da obra

Enquanto a obra “anda” gostaria de tirar um dúvida com vcs…

Se ñ bastasse tantos impostos, ainda tem o INSS pra pagar. Bem, lembro de pedir para a Arquiteta colocar os redutores de áreas para diminuir ao final o valor do imposto. Ela fez isso no memorial descritivo. Agora eu estava dando uma lidinha na instruçao da Receita, e parece que a descriminação seria no projeto. Alguém está com o projeto dessa forma.

 

Outra coisa impostante é sobre o concreto usinado que também abate. Mas pelo que andei lendo. Ñ podemos esquecer de pedir que na nota fiscal o endereço esteja corretinho o da obra e ñ o nosso residencial.

Alguém com alguma dica aí??? Help…

Anúncios

10 comentários em “Sobre o Inss da obra”

  1. Oi…estou exatamente nesse momento e já fiz o pagamento do INSS. Na receita federal, eu só precisei levar o Habite-se e o número da matrícula CEI.

    Você precisa gerar a DISO a partir com o numero da matrícula CEI. Depois é só preencher o campos obrigatórios do formulário da DISO com as informações (mt² da obra + data de início e data de final da obra). Gerar o boleto, pagar e aguardar 3 dias úteis para ir na receita federal recolher o restante da documentação.

    Na minha CEI, estava o endereço de residência e não o da obra, e gerei normalmente a DISO. Depois de pagar e ir até a receita federal, eles corrigem isso tranquilamente.

    Qualquer dúvida, pode chamar no whatss 51-9988-0070. Hoje mesmo, vou na receita levar o comprovante de pagamento e recolher a documentação final.

    Esse vídeo sobre como preencher a DISO…me ajudou muito: https://youtu.be/YZ6KsOKTkQ4

    Abç…
    https://construindoumsobrado.wordpress.com/

    Curtir

    1. Oi amigo, no seu projeto o engenheiro/arquiteto havia colocado os redutores (areas abertas e semi abertas e tal). Ele colocou no projeto ou memorial descritivo??? Vc conseguiu reduzir o valor do imposto.

      Ah sim. Qdo falei do endereço era em relação a nota fiscal do concreto usinado. Ao menos foi isso que li.

      Curtir

    1. A nossa primeira casa é financiada e pagamos. Agora ñ sei como foi feito pq o marido quem foi atrás. Acho que pra casa financiada é mais rigoroso, se eu ñ me engano ñ recebe a parcela (acho q a última) caso ñ apresente a averbação no CRI, e pra fazer isso precisa ter pago o INSS.

      Curtir

    1. O cálculo desse imposto é bem complexo, leva em conta o metro quadrado, o valor do CUB da região, quantidade de banheiro, abatimentos de áreas abertas, nota fiscal de concreto usinado…. Eu ñ sei direito como faz, andei lendo pra tentar entender. Mas infelizmente ñ é barato…
      Obs:INSS é diferente do ISSQN, esse último é da Prefeitura, aqui tem q pagar pra tirar a licença, ao menos a primeira parcela. O da Prefeitura depende da cidade. Da minha obra o ISSQN foi mais de 4 mil. Na cidade da minha irmã (cidade pequena) nem cobraram. O INSS pelo que abdei calculando é mais que o dobro disso😰.
      É bom dar uma lida pq se vc for fazer com empreiteira e funcionários registrados, parece que tem mencionar a cadastro da sua obra qdo foren pagar a previdência deles, assim abate no valor que tem que pagar ao final.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s